Médico ladrões - O Fantástico denuncia a máfia das próteses que tem os médicos como protagonista


Máfia das próteses coloca em risco a vida de milhares de brasileiros

Médicos recebem dinheiro de distribuidores e fabricantes de implantes para fazer cirurgias superfaturadas e muitas vezes desnecessárias.

 

Eu, possivelmente tenha sido vitima dessa máfia. Pois as denuncias da reportagem  se encaixam perfeitamente em como agia um médico, cirurgião plástico do hospital São Rafael em Salvador. Em 2007 ele foi indicada por outro médico para cuidar de mim e fez um estrago na minha vida. Durante os anos de 2007, 2008, 2009 ele fez 6 cirurgias desnecessárias em mim já estando a sétima marcada quando comecei a desconfiar. Tive câncer de mama e na mama lateral, como efeito profilático, se optou para usar prótese. Mentol, era essa a marca das próteses. Esse infeliz que chamo de monstro,  trocava a cada seis meses uma prótese pequena por outra pequena também.  A cada cirurgia ele pedia 5 próteses em tamanho diferente para poder escolher a ideal e colocava a menor. Ele insistia para que eu brigasse na justiça pelas próteses. Meu plano de saúde é cassi. Ele me dava relatórios ameaçadores e detalhados tanto para o juiz como para a Cassi. Eu ganhava todos os processos, sem dano, somente tutela. De contra partida ainda sofria abuso. Ainda tenho dois bombásticas acusações contra eles, mas só o Fantástico para deletar porque, tanto juiz como policia eu não confio. São comprados e o processo arquivado como  correu com o processo que impetrei contra o médico monstro no criminal em SSa.  Juntei todas as provas mas, a juíza disse que o processo foi arquivado por falta de provas. Uma CPI também deveria ser instaurada naquele hospital.


 Tenho até hoje todas as provas e marcas das 6 cirurgias que o monstro fez em mim. Minhas cirurgias foram sem necessidade. Duas vezes ele colocou um expansor. 

Como suportei tudo isso?? Nem acredito.



 “Não é difícil superar o câncer, insuperável é o ser humano”. Helena Conserva
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu endereço eletrônico pra que eu possa enviar resposta.