Protocolo médico ou intoxicação - minha gente

Alguém já se sentiu pior depois de usar as drogas prescritas no tal PROTOCOLO que os médicos impõe?


 Um dia uma aluna me disse assim: meu irmão com câncer de estômago, estava bem. Levando uma vida normal. Todas estávamos felizes. Então ele resolveu retornar pra Bahia e os médico não ministraram os mesmos medicamentos que ele vinha utilizando prescritos pelos médicos de São Paulo. Utilizaram os medicamentos do PROTOCOLO. O meu irmão foi piorando, definhando (soluços) e morreu há algumas semanas. Poxa! meu irmão lutou tanto pra morrer intoxicado...

Por favor minha gente, eu peço que se unam comigo contra esse protocolo. Estamos aprontando um documento a partir das postagens aqui ou no meu e-mail hconserva@hotmail.com  -  que será entregue as autoridades competentes.

Quem se sentiu prejudicada ou teve parentes prejudicados por esse PROTOCOLO poste sua história ou apenas exponha seu apoio a causa. Unidas (os) venceremos!!

3 comentários:

  1. Obrigada as colaboraçoes, mas não devemos temer quando estamos cobertos de razão. Sei que sou contraditória quando digo que tenho medo porque o mundo, além de machista é dos poderosos. Eu não tenho o poder que o dinheiro representa. Mas eu estou disposta a morrer por uma grande causa, por um grande alarido. Um grande alarido (escândalo) vale a minha morte. Eu morreria por exemplo, para desmascarar o PROTOCOLO.

    ResponderExcluir
  2. Não posso reivindicar melhoras sozinha e todos que quiserem terão que por o nome e o CPF o postar aqui e não só no meu e-mail e confiar. Estou tentando o apoio de uma instituição como por exemplo: o Oncoguia ou a de apoio a mulher com câncer de Salvador. Não podemos deixar que morramos intoxicadas e intoxicados por um PROTOCOLO ineficiente ou por médicos que não levam em conta o paciente e sim o PROTOCOLO.

    ResponderExcluir
  3. Olá Helena, minha mãe te passou um e-mail no dia 17/02/13 dizendo que foi acometida com câncer no pulmão, há 11 meses fazia químeo e não obteve êxito, infelizmente ela faleceu no dia 24/02/13, quando fui excluir seus e-mail vi e fiquei chocada, ela queria sim se salvar e viu que não tinha mais jeito, então procurou saber mais sobre o AVELÓS, mas não deu tempo...as químeos reduziram muuto seu tumor que atingia toda as 2 partes do pulmão, mas nos últimos meses de químeo tivemos a notícia pelos exames que havia crescido novamente e a toxidade das químeos acabaram com o coração dela, fiquei revoltada porque em nenhum momento o Doutor Medina pediu uma avaliação cardiológica.
    Leiomiossarcoma era o nome do câncer muito raro e ela nunca colocou um cigarro sequer na boca...acabou falacendo pela toxidade no coração...meu Deus é triste e doloroso, foi tudo muito rápido 11 meses apenas, o médico dizendo sempre que tudo ia dar certo e pedia exames mais exames e dizia que iria opera-la quando estivesse menor, depois não poderia opera-la porque correria o risco das células se espalharem...a minha ficha não caiu ainda sabe Helena, que Medicina é essa, pena que não ficamos sabendo do AVELÓS antes!!!

    Obrigada pela atenção e me desculpe pelo desabafo e por ter respondido o e-mail para ela!!!

    Michele Barbosa - michele.mimarques@gmail.com

    Beijos e sucesso para você!!!

    ResponderExcluir

Deixe o seu endereço eletrônico pra que eu possa enviar resposta.