Pular para o conteúdo principal

...mas ainda hoje encontrei uma criatura do tempo das cavernas que me disse que o câncer é castigo de Deus



-->
Christiane Lira e as várias amigas obrigada por quererem saber a quantas anda o meu tratamento de câncer. Anda as mil maravilhas. Eu e o câncer por volta do mês de setembro de 2009, conversamos seriamente. Dissemos um pro outro o quanto nós nos temíamos e firmamos um acordo de um, não atacar o outro. Por exemplo, eu posso matá-lo com a quimio enquanto que ele, ao tempo que eu não o ataco ele pode me atacar invadindo sorrateiramente outros órgãos. Então firmamos esse acordo lembrando, que de toda sorte eu venço. Como a morte morreu antes de me matar, descobri nela a minha glória, assim o câncer esta vencido, porque mesmo morrendo estarei ganhando. O câncer não pode me vencer.
Mas diante da sua humildade em aceitar a minha superioridade eu o redescobri e descobri nele um aliado. Descobri que o tempo todo fui injusto com ele, descobri o bem que ele me faz. Passei a pensar nele, meditando profundamente, tentando um diálogo de amigos, tentando entendê-lo e a mim mesma também. 
As várias leituras chegaram como suporte. Todos os livros que chegam até nós de alguma forma têm um propósito. Um propósito que parece sempre nos ajudar a entender o mundo, os objetos, as pessoas e os eventos. Bom, sei apenas que pedi desculpas ao câncer. Agradeço a Deus por ele todos os dias. E assim, passamos a conviver: numa parceria onde não há vencido nem vencedor, superior nem inferior.
Mas ainda encontro pessoas do tempo das cavernas que acham que câncer é castigo de Deus. Pra curar, digo que eu e o câncer vivemos um caso de amor. Veja que primeiro ele esteve no meu peito, perto do coração e agora na coluna, na altura do pescoço, como um braço a me proteger. A pessoa, claro, saí desequilibrada. Mas, eu peço aos anjos e santos pra ampará-la e me fico sorrindo. (È assim que quero escrever: ME FICO SORRINDO – o blog é meu).

Comentários

  1. Sinceramente Helena aqui gostei de algumas frases suas:
    "Eu e o câncer por volta do mês de setembro de 2009 conversamos seriamente.
    Então firmamos esse acordo lembrando que de toda sorte eu venço.
    O câncer não pode me vencer.
    Descobri que o tempo todo fui injusto com ele, descobri o bem que ele me faz.
    Todos os livros que chegam até nós de alguma forma têm um propósito. Um propósito que parece sempre nós ajudar a entender o mundo, os objetos, as pessoas."
    São meditaçoes muito sérias e que se chega com muito aprendizado. De repente descobrimos que a fragilidade se encontra próxima a pessoa forte, donde a explicação para incógnitas que nao conseguimos desvendar. O diálogo com Deus deve ser constante e cada vez mais infinito, porque com a força do Criador a tudo se vence.
    Um abraço,
    Salete Brandão

    ResponderExcluir
  2. Li e gostei muito. Belo exemplo a ser seguido.
    Abraço.
    Mauricio

    ResponderExcluir
  3. Que bom que seus ânimos melhoraram e faço minhas as suas palavras, muitas pessoas ainda pensam que câncer é castigo, a pessoa é maldosa e ganhou o câncer como castigo, e isso não é verdade, vemos muitas pessoas boas que não mereciam ter a doença e que com ela estavam e agora estão bem. Vejo o câncer como qualquer outra doença, que quando não é tratada de início não tem cura. Vejo também que somos escolhidos(as) a dedo, e Deus não dá ao seu filho(a) uma cruz maior que ele(a)nãopossa suportar. Fui portadora de nódulos, foram retirados, fiz a quimio, que é o pior do tratamento, mas é graças a ela que posso me garantir, poderia não ter feito, mas não havia segurança. Hoje estou bem, não tomo medicação alguma, por não ser necessário, estou no controle da situação, agora de 6 em 6 meses. A doença não me trouxe dor... e sim novos e grandes amigos!

    ResponderExcluir
  4. Amiga adorei ler seu tópico me emocionou
    é muito gratificante ter amigas guerreiras
    como vc.

    ResponderExcluir
  5. Li, e achei interessante sua fala, seu desabafo e sua capacidade
    de transmitir os sentimentos através da escrita, que considero um
    dom muito saudável.
    É isso aí querida companheira, na vida às vezes temos que fazer
    "acordos" e "negociações" até com "doença".
    Sua briga é democrática, voce não substima o adversário mas deixa
    claro que já venceu a parada!....
    Um grande beijo, e um 2010 cheio de vitórias.

    ResponderExcluir
  6. Todos os comentário que poste foram feitos nas comunidades de cancer que estão nas minhas comunidades exceto o de salete.

    ResponderExcluir
  7. Oi lindaaa vim deixar meu carinho pra vc,
    fica com Deus bjos amiga

    ResponderExcluir
  8. Ana Angelia Vergne de Moraes8 de janeiro de 2010 13:16

    Responder

    |
    Ana Angelica Vergne de Morais
    para mim

    mostrar detalhes 17:32 (41 minutos atrás)

    Helena, Que Deus a proteja e a mantenha sempre assim com essa firmeza de atitude. Nós quando estamos convencidas e acreditando em nossa força devemos sempre pensar como voce Nada nos pode vencer, sempre seremos vencedoras. Desejo do fundo do coração que voce continue com essa força e coragem. Estaremos em orações em seu favor e em sua vitoria.Um forte abraço de ana angélica

    ResponderExcluir
  9. Você e seu jeito de tratar dos assuntos. Fugir da seriedade de trata-los é bom, acho que isso te ajuda. ;)

    ResponderExcluir
  10. Querida (só pode ser uma mulher) isso é uma qualidade, eu sou exemplo pra qualquer mulher. Pois as vezes as pessoas tem uma doença grave que é a hipocresia, a falta de amor para consigo próprio, a falta de felicidade e se sentem sadias, imagina.

    ResponderExcluir
  11. AI HELENA,NA HORA QUER LI SEU COMENTARIO,LÍ E RELI E DEI RISADAS PRA MIM MESMO PENSEI: NOSSA PARECEU COMIGO QUANDO FIQUEI SABENDO AMIGA DO MEU CANCER;TODAS AS PESSOAS QUER SOUBERAM DO MEU CANCER FALARAM:NOSSA MULHER QUER PENA,AI OLHAVA PRA ELAS E DIZIA NADA,EU E MEU CÂNCER SOMOS CARNE E UNHA,ELE É MEU MIMHA MELHOR AMIGA..SOMOS UNIDOS EM TUDO,NA SAÙDE E NA DOENCA,NA ALEGRIA E NA TRISTEZAS E OUTRA COISAS MAS QUER VIRAO;QUANDO SOUBE CLARO QUER NAO FOI NADA AGRADAVEL,MAS QUANDO MAS REJEITAVA,MAS ELE FAZIA SOFRE;
    DEPOIS TOMEI A DECISAO DE ASSUMIR MEU CASO;MEU CÂNCER...E MESMO COM MEUS ALTOS E BAIXOS SOU UMA PESSOA FELIZ!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. marise.morena@hotmail.com
    marisemonteiro8@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. -=|Ñ뵧ä (/)䮡ä12 de janeiro de 2010 16:16

    eu diria q a melhor forma de agredi-lo é tratando -o com indiferença.....

    Qdo fiz a primeira cirurgia e tiraram o meu tumor, eu me bloqueei... qdo as pessoas perguntavam o q eu tinha tido, eu dizia q meu intestino tinha dado um nó e q esse nó tinha sido retirado...

    Qdo a médica chegou p mim e disse q era CA e q eu teria q fazer tratamento eu reagi sem a menor emoção ou medo... ou melhor, não tive reação... ela me disse: ó não vai deixar de fazer a químio com medo de perder o cabelo!

    Caiu a fixa, mas de um modo diferente... fui visitar a oncologia do hospital p ver como era... lá, encontrei todo tipo de pessoa... fracas e fortes...

    Me incomodava a colostomia..... aquele "buraco" na minha barriga... mas msm assim me sentia bem.

    Depois q saí do hospital, esqueci do CA... sabia q teria q fazer outra cirurgia p reconstrução do trânsito e me preparava p isso... mas não pensava nele... deixei ele de lado sempre...

    O Câncer me judiou quando pode. Quando ele estava em mim e eu não sabia... é duro vc lutar contra o inimigo oculto.

    Foi em 2002 q ele me pegou.... depois disso eu procurei me informar e me preparar p luta, mas sempre com armas para vencer... não deixo q ele me pegue desprevenida.

    Apesar disso, no ano passado estava com falta de ar e fui a um endócrino p emagrecer e ele pediu exame da tireóide..... resultado, tireóide multinodular..... fiz a punção p saber se havia malignidade.... nada.....

    Minha onco me aconselhou a operar e eu aceitei rápido o conselho... fui no cabeça e pescoço numa terça feira e marcamos p sexta da mesma semana.....

    Claro q paguei p operar assim rápido, mas adivinhe quem estava lá? ELE...... 2 nódulos pequenos bem no meio dos outros maiores, escondido...

    Depois de tanto tempo... claro q fiquei meio p... da vida, mas acabou... esqueci...

    Mas........ vou começar a fazer exames agora p não deixar ele me pegar de novo, pelo menos não com força..... essa é minha única arma contra ele além do meu descaso...

    Viver a vida como se ele não existisse

    ResponderExcluir
  14. Vc esta completamente certa, eu fiz a mesma coisa, caminhei sempre sorrindo (claro que as vezes chorava um pouquinho rsss), contei a todos os amigos logo no inicio, assim pude contar com o carinho e a oração de todos eles, nunca fui tão paparicada.

    ResponderExcluir
  15. Pois é amigas, o bicho é DO TAMANHO QUE QUEREMOS QUE ELE SEJA.Nem lembro que tenho cancer. Bom tenho saude, doente é quem não tem o meu equilíbrio, aliás, o nosso.

    ResponderExcluir
  16. ♥Cris Guimarães♥

    Minha querida amiga virtual Helenaa
    cada vez que venho aqui pra saber de vcs...me emociono,e penso
    puxa as vezes reclamos da vida,e quando cruzamos com vcs..tudo muda
    pensamos diferente,e pedimos que Deus ajude nossas amigas e amigos que
    estão lutando contra CA,descobri mês passado q o filho caçula (14ou 15 anos)de um ex visinho,está com Ca pertinho do coração,quando nossos filhos ficam doentes sofremos ,mais a dor de uma mãe que sabe q seu filho tem Ca ,nao se compara a nadaaa,
    Por isso peço Senhor abençõe a todos que estão lutando pela vidaa..
    Fiquem com Deus bjos

    ResponderExcluir
  17. Catarina
    Helena... Prazer !!! Estou em tratamento a 07 anos, conheço a "rádio", a "quimio" e outras "medidas terapeuticas". Passei, passo e passaria tudo de novo, só pelo fato de estar aqui, aprendendo a viver intensamento todos os minutos, com muita dignidade e se você foi escolhida, como eu fui é porque temos algo mais a aprender tente "ler nas entrelinhas" do dia a dia, você acabará enchergando......!!!!
    Fique com Deus e seja feliz.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe o seu endereço eletrônico pra que eu possa enviar resposta.