È muito fácil ter FÈ quando quem tem câncer é uma Dilma Rousseff ou um José

Células contaminadas com neoplasia maligna

-->
Eu, Helena Conserva descobri o câncer por intuição em abril de 2009 e estamos em agosto, já se passaram 4 meses e meu tratamento ainda não iniciou porque tive que respeitar a agenda médica. Havia uma lista de pessoas na minha frente, tenho que aguardar vaga pra realizar os exames que mesmo particular temos que aguardar. Imagine que tenho planos de saúde, que meu pai pode pagar os exames particulares e que eu sei dos meus direitos enquanto consumidora e paciente, apesar de tudo isso ainda estou aguardando. Fico pensando nos que dependem do SUS e têm medo até de falar com o doutor.

Então encontro uma criatura que me pergunta: menina você assistiu o depoimento de José Alencar? Aquilo é um homem forte, resistente, de FÈ, ele tem FÈ. Você precisa ter FÈ como ele. 

Eu fico indignada com a ignorância e a falta de raciocínio dessas criatura. Não me considero brasileira. Tenho vergonha certas vezes. Dilma Rousseff descobriu o câncer num dia e no dia seguinte iniciou o tratamento. Ela e José de Alencar são dignos de ser brasileiros nós outros, não!. 

Diz a reportagem que a luta de José de Alencar tem 10 anos. Um brasileiro comum não luta dez anos não, no mínimo luta dois ou três anos e tomba morto. A luta de Dilma e Jose de Alencar é contra o câncer a nossa é primeiro contra os planos de saúde que nega o tratamento; contra as drogas de farinha; contra os protocolos com drogas pesadas e contra os demônios de jalecos, os infelizes dos médicos, pois a doença é vista como um produto. O médico realiza negócios em seus consultórios. Eles viraram técnicos em doenças perderam completamente a sensibilidade. Quem vence o câncer vence o despreparo dos médicos e a pressão da sociedade, então é uma guerra e não é a toa que as pessoas dizem que somos guerreiras.

Quase nunca leio a coluna de Diogo Mainard, acho ele muito político mas, li seu texto sobre o linfoma de Dilma Rousseff (Revista Veja 06 de maio de 2009), e achei muito interessante o seu raciocínio: ele escreveu que o linfoma foi levado ao palanque como apelo emocional para tentar impulsionar a sua candidatura a presidente, em vez disso, teria sido mais decoroso levar o linfoma aos hospitais públicos, estendendo aos pacientes mais pobres o acesso ao tratamento e ao medicamento.

Eu assisti a reportagem com José Alencar. A reporte pergunta a ele qual a receita pra tanta fortaleza (mais ou menos assim) e ele responde: é a FÈ em Deus. Ele deveria ter respondido assim: é que eu luto somente contra o câncer, graças a Deus sou político e tenho um tratamento de primeira. Minhas viagens e todo o tratamento são gratuitos, quem paga são os brasileiros comuns e a quimioterapia faço em minha casa, a radioterapia também. Tudo o que tem no exterior pra tratar o meu câncer esta ao meu alcance graças a Deus. Nunca peguei uma fila, não sei nem o que é isso. Também nem poderia, já pensou eu sentado aguardando pra fazer a sessão de rádio, quanta gente a me pedir remédio, clemência pro pai que ta com câncer, internamento pro filinho com leucemia. Deus me livre. Então minha filha sou um homem de FÈ.
Ter FÈ assim é fácil mas afinal pra que serve a FÈ? A fé minha gente é o ópio do povo. Parafrasenado Karl Marx.

8 comentários:

  1. ENGRAÇADO, QUANDO A MINISTRA SENTIU DORES NAS PERNAS (EFEITOS DAS QUIMIOS) EU FALEI EXATAMENTE ISSO... ELA FOI LOGO SOCORRIDA AS PRESSAS, FIZERAM EXAMES ATÉ DE FEZES PRA DESCOBRIR O QUE ERA AQUELAS DORES E OOLHA QUE FORAM SÓ NAS PERNAS...
    ENQUANTO EU UMA SIMPLES BRASILEIRA, TRABALHADORA, PAGADORA DE IMPOSTOS, SENTI DORES NÃO SÓ NAS PERNAS , MAS TBM EM TODO CORPO COM UMA DROGA CHAMADA TAXOL ,PRA DORMIR TINHA QUE TOMAR ANALGÉSICO, É VERDADE DOENÇA EM QUEM PODE É BRONCA SAFADA !!!NINGUÉM MERECE...
    CRISTIANE

    ResponderExcluir
  2. Amiga, sou lá da comu do orkut "Os sobreviventes..." tô vindo aqui pela primeira vez e compartilho de algumas opiniões, discordo de outras.
    Meu convênio tb é CASSI, tive acesso à excelentes médicos e meu tratamento foi maravilhoso (se é que se pode chmamar um tratamento contra o câncer de maravilhoso...mas isso é outra história...rsrsrs.
    Prá teres uma idéia peguei o laudo da biópsia no dia 10 de janeiro, dia 19 de janeiro operei, depois veio quimio e rádio. No dia 10 de julho, exatos 6 meses da cirurgia, fiz a última aplicação de rádio.
    Será que não é o caso de procurar outra equipe médica??
    Se quiser dar uma espiadinha lá no meu blog entra aí:
    http;//pensoinsisto.blogspot.com
    Bjs e toda a sorte do mundo,
    Marilisa

    ResponderExcluir
  3. Amiga, faço minhas, todas as palavras que falastés neste depoimento.
    Também, estou sentindo este drama na pele, o pior é que eu nem tenho plano de saúde e nem condições para pagar particular, muito menos de ir para a capital fazer o tratamento, pois aqui na minha cidade, não tem tratamento ainda, e na maioria dos casos, quando consegue-se um exame pelo SUS, quando vem chegar o resultado, o paciente já esta morto a mêses...
    Por isso, é que somos chamados "pacientes" nos consultorios medicos, porque temos que esperar até morrer, isso é real, infelizmente, este é o nosso país.
    É realmente deprimente, mas nem todos podemos ser, um José de Alencar.
    Maria Luiza.

    ResponderExcluir
  4. Ruth
    Nossa triste realidade !!
    Oi Helena !
    Você tem razão em se indignar !! eu conheço bem o que é tentar um tratamento e ficar à espera de uma simples consulta com o radioterapeuta do ÚNICO hospital que tem o equipamento, vendo desfilar à minha frente morimbundos com suas chagas expostas na garganta, na cabeça ou nos olhos, apodrecendo em vida, enquanto eu pensava: um dia chegarei a esse estágio.
    Sei bem o que significa os médicos olharem para a sua roupa e dizerem que embora trabalhem para o meu convênio, o ideal - "pra sermos mais rápidos " - é fazer tudo particular.
    Infelizmente conheci o inferno em Belém do Pará quando queria apenas fazer as sessões de radioterapia, já que tive a sorte de diagnóstico bem inicial e nem quimio eu fiz. Abri mão de tudo e deixei aquela terra que tanto amo. Lá estão meus amigos de décadas, parentes queridos, ruas que me viram crescer, alunos que marcaram a minha vida, um trabalho prazeroso.
    Mesmo com tudo isso que você disse, aqui, em São Paulo ainda é o lugar "MENOS PIOR".
    Aos poucos me habituo ao frio, ao jeito de falar, comer e todas as noites agradeço por ter tantos privilégios e poder estar me tratando dignamente. Meus irmãos amazônicos apenas aguardam a hora da morte.
    Nem Dilma nem Alencar, o que temos é um país cheio de desigualdades, injustiças, mas que, felizmente, ainda tem esperança né ?
    Vá atrás, brigue, lute, mude de médico, de hospital. A vida é nossa. Eu não me arrependo de ter feito tudo oque fiz. Em belém talvez estivesse sem a mama, com sérios problemas no fígado devido à quimio e ainda esperando o aparelho consertar.
    Beijão !!

    ResponderExcluir
  5. Ana
    Helena

    Assino embaixo!

    Lamentável!!!!!

    ResponderExcluir
  6. isabel
    HELENA, tem razão!....
    HELENA, concordo totalmente com voce.
    O JOSÉ ALENCAR e a DILMA , tem fé é no TRATAMENTO de primeira linhaa que têm acesso.
    Entendo sua revolta com tanta desigualdade.
    É preciso fazer alguma coisa. Espero que tenha feito representações junto
    ao MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL e FEDERAL. é preciso agir.
    Gostaria muito de estar perto de voce para te ajudar.
    Procure entrar em contato com esses orgãos que te indiquei ou entre com Mandado de Segurança para ter seu direito a saúde respeitado.
    Conta comigo. Isabel.

    ResponderExcluir
  7. FATIMA
    HELENA e RUTH
    Tudo q vcs passaram todas nós enfrentamos e ainda estamos enfrentando!!! Fiz td pelo SUS. Graças a Deus meu mastologista daqui de Leme (sp) me operou(mastectomia parcial) e já me mandou para o COL em limeira, onde fiz radio e faço meu acompanhamento a cada tres meses. Não tenho queixa quanto ao atendimento lá. São uns amores !!! Mas vi tanta coisa ruim, q no começo chegava em casa e só chorava.... Ia tds os dias (33 sessões d radio) com a Van da prefeitura. Saia d casa 1O ou 11 hs da manhã e retornava as 17 ou18 hs... Agora td vez q tenho q fazer exames tenho medo, pois naum sei se aguentaria td d novo!!!!! Bom temos q ter forças e enfrentar o q cada dia nos reserva. Bjssss a todas q estão lendo...

    ResponderExcluir
  8. Os comentários de Ruth, Ana, Isabel e Fátima que saíram com o meu nome foi postado na Comunidade abaixo deste etxto confira:

    http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=730402&tid=5375263506415929286

    ResponderExcluir

Deixe o seu endereço eletrônico pra que eu possa enviar resposta.